Marina diz que metas para economia são claras e importante é resgatar credibilidade do Brasil

domingo, 7 de setembro de 2014 17:02 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, afirmou neste domingo que as metas de seu programa de governo relacionadas à economia são claras e que o mais importante é o Brasil recuperar a credibilidade, "sem o que não adiantará números".

"Temos um programa, acho que não existe nada mais genérico do que ter apenas um conjunto de pontos e diretrizes básicas como têm Aécio Neves e Dilma Rousseff, que até agora não apresentaram programa", disse Marina, referindo-se aos rivais diretos de PSDB e PT, respectivamente, nas eleições de outubro.

Marina é a única dos três principais candidatos na corrida presidencial a já ter apresentado programa de governo, com a promessa de recuperar o tripé macroeconômico formado por meta de inflação, superávit primário e câmbio flutuante. O documento, porém, não esmiúça esses pontos.

"Estamos comprometidos com a responsabilidade fiscal, estamos comprometidos com a autonomia do Banco Central e a nossa meta mais importante é recuperar a credibilidade do Brasil, sem o que não adiantará números, não adiantará cadernos que estejam anotados uma grande quantidade de números para poder recitá-los nos debates", afirmou Marina a jornalistas no comitê de campanha em São Paulo.

Ao ser perguntada sobre a carência de metas numéricas sobre economia em seu programa, Marina citou o objetivo de ter 10 por cento do Orçamento da União direcionado à Saúde e outros 10 por cento à Educação.

"Mais claro do que isso, não há como fazê-lo e haveremos de melhorar a clareza no momento da transição para o novo governo", disse a candidata, que tem aparecido empatada com Dilma nas pesquisas de intenção de voto no primeiro turno e à frente da presidente que tenta a reeleição no segundo turno.

"CAMPANHA DESLEAL"

Marina acusou PT e PSDB de estarem promovendo uma "campanha desleal, que afronta a inteligência da sociedade brasileira".   Continuação...