Vendas de carros na Europa sobem por subsídios na Espanha

quarta-feira, 17 de setembro de 2014 10:40 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - As vendas de carros na Europa subiram em agosto, mas analistas e executivos apontaram uma forte dependência de incentivos do governo na Espanha e uma queda nas vendas nos grandes mercados da Alemanha, França e Itália como sinais de que a recuperação europeia pode estar fraquejando.

A indústria automotiva da Europa tem mostrado sinais de ter saído de uma baixa de seis anos. As vendas, porém, estão cada vez mais dependentes de descontos.

Os emplacamentos de novos carros de passageiros na União Europeia e nos países da Associação Europeia de Livre Comércio subiram 1,8 por cento, para 701.118 veículos em agosto ante o mesmo mês do ano passado, mostraram dados da Associação Europeia de Montadoras (Acea, na sigla em inglês) nesta quarta-feira.

O aumento foi impulsionado por um salto de 26 por cento nas vendas de automóveis em Portugal e uma forte alta de 13,7 por cento na Espanha, onde as vendas são sustentadas por um esquema de subsídio do governo que dá a compradores de carros novos abatimentos para aqueles que entregam carros usados.

As vendas na Alemanha, maior mercado automotivo da Europa, caíram 0,4 por cento. Os emplacamentos recuaram 2,6 por cento na França, e na Itália caíram 0,2 por cento, segundo dados da Acea.

O especialista em automóveis da Ernst & Young, Peter Fuss, disse que este foi o segundo pior agosto dos últimos 12 anos para vendas de automóveis na UE. "A recuperação no mercado automotivo europeu parece estar ficando sem fôlego", disse.

(Por Edward Taylor e Agnieszka Flak)