Alonso mostra otimismo com ritmo da Ferrari em Cingapura

sábado, 20 de setembro de 2014 16:53 BRT
 

Por Patrick Johnston

CINGAPURA (Reuters) - Fernando Alonso revelou um otimismo cauteloso diante da possibilidade de obter um raro lugar no pódio depois que sua vacilante Ferrari o surpreendeu mostrando competitividade na sessão classificatória para o Grande Prêmio de Cingapura neste sábado.

O bicampeão de Fórmula 1 irá largar no domingo na quinta posição depois de dar sequência aos seus treinos promissores terminando a classificatória 0s226 atrás do pole e ex-colega de equipe Lewis Hamilton, da Mercedes.

O espanhol, o mais rápido nas primeira e terceira baterias no circuito de Marina Bay Street, tem tido um ano difícil e está em quinto no campeonato, tendo subido no pódio só duas vezes.

"Acho que um pódio está mais perto que nunca, o nível de competitividade está bastante bom neste final de semana", declarou o piloto de 33 anos aos repórteres.

"Estamos competitivos e iremos largar entre os cinco primeiros, então por que não pensar no pódio? Mas uma vitória acho que é otimismo demais, vamos ver. É um circuito exigente no lado mecânico, então vamos ver quantos carros terminam a corrida".

Alonso tem sido uma figura frustrada na Ferrari, escuderia mais bem-sucedida da modalidade mas que passa por um ano duro, durante o qual o longevo presidente, Luca Di Montezemolo, e o chefe de equipe, Stefano Domenicali, deixaram o cargo.

O espanhol acredita que a pista teve um importante papel no seu desempenho, mas ainda estava surpresa em como conseguiu ficar tão perto da dupla da Mercedes formada por Hamilton e pelo líder do campeonato Nico Rosberg.

"Foi uma surpresa para nós, para ser honesto. Ficar a dois décimos da pole position é algo que provavelmente não podíamos imaginar ontem", disse.

"No treino livre, normalmente somos competitivos e na classificatória perdemos terreno, mas aqui isso não aconteceu, na classificatória ainda fomos competitivo, o que é uma boa notícia".