Dilma diz que Brasil tem como se recuperar e evitar rebaixamento de rating

terça-feira, 28 de outubro de 2014 21:40 BRST
 

(Reuters) - A presidente Dilma Rousseff disse nesta terça-feira que a economia brasileira tem condições de se recuperar e evitar que a nota de crédito do país seja rebaixada pelas agências internacionais de classificação de risco.

"O Brasil está passando por uma situação, que eu diria, ainda difícil, mas nós temos todas as condições de sair dela se todos nós nos dermos as mãos e tivermos como claro objetivo essa retomada do crescimento econômico", disse a presidente em entrevista ao Jornal da Band.

"Até agora nós não temos essa sinalização de que vai haver em um futuro imediato a redução do grau de investimento", disse Dilma.

Nesta manhã, a Moody's divulgou comunicado com os principais desafios da presidente reeleita e afirmou que "a avaliação de rating do governo brasileiro dependerá de seu sucesso em lidar com os problemas de crescimento do país". [nL1N0SN0HW]

Em setembro a Moody's tinha revisado sua perspectiva para o rating brasileiro de estável para negativa.

No último dia 16, a Fitch havia dito que a estratégia do próximo governo para incentivar o crescimento e enfrentar alguns desequilíbrios macroeconômicos, como a inflação elevada e os altos déficits fiscal e de conta corrente, será fundamental para a trajetória do rating soberano do país. [nL2N0SB1DO]

Em julho a Fitch havia reafirmado o rating do país com perspectiva estável.

DIÁLOGO E REFORMA POLÍTICA   Continuação...