Ferrovia na região do porto de Santos é liberada após acidente

segunda-feira, 3 de novembro de 2014 15:07 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O tráfego de trens no acesso ao complexo portuário de Santos, interrompido por um acidente na sexta-feira, foi normalizado no fim de semana, disse nesta segunda-feira a MRS Logística, concessionária que administra o trecho ferroviário.

A MRS disse ainda que na manhã desta segunda foi parcialmente liberado o tráfego de automóveis pela Avenida Tancredo Neves, que passa ao lado da ferrovia em Cubatão e que havia sido interrompido pelo acidente com as duas composições.

Permanecia uma restrição de meia-pista na avenida.

"Esperamos liberar esta última faixa ainda hoje, mas as autoridades de trânsito da cidade é que vão anunciar a normalização do tráfego", disse a MRS.

Dois trens da ALL carregando milho e açúcar colidiram na manhã de sexta dentro da cidade de Cubatão. Uma das composições saiu do trilho e colidiu com uma outra que estava parada. Dois maquinistas ficaram feridos.

A maior parte dos grãos e do açúcar exportado pelos terminais de Santos e Guarujá chega por via férrea.

Os terminais de exportação costumam ter produtos armazenados no porto. Por isso, uma interrupção curta no tráfego de trens não tem potencial para influenciar no ritmo de embarques.

"Será conduzida uma investigação completa sobre o acidente, que inclui análise das evidências físicas, dos dados dos sistemas de controle, simulações etc., que irá envolver tanto a MRS, que detém a concessão do trecho (a linha férrea), quanto a ALL, que é a responsável pela operação e manutenção das composições", disse a MRS, em nota.

(Por Gustavo Bonato)