6 de Janeiro de 2015 / às 18:08 / em 3 anos

Lançamento de foguete da SpaceX é cancelado nos EUA

O lançamento de um foguete da SpaceX, na Flórida, foi cancelado por causa de um defeito técnico de último minuto nesta terça-feira, atrasando um carregamento para a Estação Espacial Internacional e uma tentativa pioneira de voar um propulsor descartado de volta para a Terra. REUTERS/Scott Audette (UNITED STATES - Tags: SCIENCE TECHNOLOGY)

CABO CANAVERAL (Reuters) - O lançamento de um foguete da SpaceX, na Flórida, foi cancelado por causa de um defeito técnico de último minuto nesta terça-feira, atrasando um carregamento para a Estação Espacial Internacional e uma tentativa pioneira de voar um propulsor descartado de volta para a Terra, disseram autoridades.

A empresa estava prestes a lançar o seu 14° foguete Falcon antes do amanhecer. O Falcon 9 levava uma aeronave Dragon cheia de suprimentos para a estação espacial, um laboratório de pesquisa com staff permanente que voa 418 km acima da Terra.

No entanto, faltando menos de dois minutos de contagem regressiva, o lançamento da estação do Cabo Canaveral foi cancelado quando um computador achou um possível problema com uma peça de equipamento do motor do foguete, disse George Diller, um representante da Nasa.

Atrasos técnicos e relacionados com o clima não são incomuns.

Se o mais recente problema puder ser encontrado e consertado, a próxima tentativa de lançamento poderia se dar na sexta-feira, às 5h09 da manhã, com o carregamento chegando na estação no domingo.

Uma vez que a Dragon for enviada para a estação, a SpaceX planeja usar o propulsor descartado pelo foguete para um teste sem precedentes. O propulsor usaria o combustível sobrando para religar alguns dos seus motores, interrompendo a sua queda através da atmosfera e se posicionando para aterrissar numa plataforma de 91 metros por 30 metros na costa leste da Flórida.

Se exitoso, o teste representará um passo significativo no esforço da SpaceX para desenvolver foguetes que podem ser renovados e usados novamente, cortando custos de lançamento.

“Isso teria um impacto em toda indústria”, disse Hand Koenigsmann, vice-presidente da SpaceX, à imprensa.

Elon Musk, fundador e chefe-executivo, estimou a chance de um pouso exitoso na primeira tentativa em 50 por cento.

A cápsula Dragon está carregada com mais de duas toneladas de comida, suprimentos e equipamentos. A Dragon também leva um experimento com moscas para estudos sobre o sistema imunológico e um instrumento para ser montado do lado de fora da estação para medir as nuvens e aerossois na atmosfera da Terra.

A Nasa contratou a SpaceX para levar carregamentos à estação espacial após os ônibus espaciais serem aposentados em 2011.

A SpaceX já fez cinco voos para a estação espacial, incluindo um teste e quatro das 12 missões operacionais, sob um contrato de 1,6 bilhão de dólares com a Nasa.

A empresa privada esperava voar de novo em dezembro passado, mas a missão foi adiada após uma checagem no motor. O problema foi resolvido, segundo a SpaceX.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below