Vendas de carros na Europa voltam a crescer em 2014

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015 11:07 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - Os licenciamentos de automóveis de passageiros na União Europeia subiram 5,7 por cento em 2014, graças a incentivos governamentais, incentivos fiscais e uma mudança do consumidor para marcas mais baratas como Dacia e Skoda, que ajudaram o mercado a voltar a crescer depois de seis anos de queda.

Um aumento de 18 por cento na demanda na Espanha e alta de 9,3 por cento no número de registros na Grã-Bretanha em 2014 ajudaram a levar os licenciamentos de automóveis de passageiros para 12.550.771 na União Europeia, conforme divulgado pela associação da indústria Acea nesta sexta-feira.

Mas o salto nas vendas foi impulsionado principalmente por descontos, incentivos com garantia estatal e encomendas no atacado, em vez de uma verdadeira recuperação da confiança do consumidor.

"Desde o ano de 2000 não víamos tão poucos carros comprados por indivíduos", afirmou Peter Fuss, analista automotivo da EY em uma nota nesta sexta-feira, referindo-se ao fato de que as compras corporativas e comerciais responderam por uma grande parte das vendas.

"O mercado europeu de automóveis emergiu, mas apenas gradualmente fora do modo de crise", disse Fuss, acrescentando que o próximo crescimento anual vai desacelerar para aproximadamente 3 por cento, para cerca de 13 milhões de carros.

Na Europa Ocidental, que inclui a UE e os países membros da Associação Europeia de Comércio Livre, como a Noruega, Islândia e Suíça, os licenciamentos subiram 5,4 por cento, para 13.006.451 automóveis de passageiros, disse a Acea.

Os licenciamentos na União Europeia em dezembro, somente, subiram 4,7 por cento, para 951.329 veículos, e aumentaram cerca de 4,9 por cento na Europa Ocidental, para 997.238 carros, apontaram números da Acea.

(Por Edward Taylor)

 
REUTERS/Thomas Peter