Peugeot eleva meta de caixa após forte progresso em recuperação

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015 11:27 BRST
 

PARIS (Reuters) - A PSA Peugeot Citroen deu um passo maior que o esperado em direção à recuperação nesta quarta-feira, elevando uma importante meta de fluxo de caixa depois de fortes vendas na China e uma guinada na Europa terem ajudado a montadora francesa a superar expectativas para 2014.

A Peugeot prometeu alcançar 4,2 bilhões de euros (4,8 bilhões de dólares) em fluxo de caixa operacional de 2014 a 2017, mais que o dobro de sua meta anterior de 2018 depois que a divisão automotiva voltou ao lucro sobre ganho de 1 por cento nas vendas, a 53,6 bilhões de euros.

"Estamos adiantados em nosso plano de reconstrução", disse o presidente-executivo Carlos Tavares em comunicado.

A divisão de fabricação teve um lucro operacional de 63 milhões de euros ante um prejuízo anterior de 1,04 bilhão de euros, com o prejuízo líquido geral diminuindo para 555 milhões de euros ante 2,23 bilhões de euros. O lucro operacional do grupo também passou para território positivo, a 905 milhões de euros.

Muito dependente da Europa para vendas e produção, a Peugeot sobreviveu à prolongada crise da região apenas depois de uma emissão de ações de 3 bilhões de euros, na qual o governo da França e a chinesa Dongfeng adquiriram fatias de 14 por cento no ano passado.

A Peugeot registrou 2,18 bilhões de euros de fluxo de caixa livre operacional para 2014 após queimar 426 milhões de euros um ano antes. Isso excedeu os 500 milhões de euros esperados por analistas, segundo um consenso publicado pela Exane BNP Paribas.

(Por Laurence Frost)