Apple sofre processo por "roubar" engenheiros automotivos para construir divisão de baterias

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015 09:51 BRST
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - A fabricante de baterias elétricas para carros A123 Systems processou a Apple por "roubar" seus engenheiros do alto escalão para montar uma divisão da baterias em larga escala, segundo uma ação judicial que apontou evidências adicionais de que a fabricante do iPhone pode estar desenvolvendo um carro.

A Apple tem buscado engenheiros com profunda experiência em sistemas automotivos, inclusive da Tesla, e conversado com especialistas da indústria e fabricantes de automóveis com o objetivo de aprender a fazer seu próprio carro elétrico, disse uma fonte da indústria automotiva na semana passada.

Por volta de junho de 2014, a Apple começou assediar agressivamente os engenheiros da A123 encarregados de liderar alguns dos projetos mais críticos da empresa, segundo o processo. Os engenheiros pularam fora do barco para realizar programas semelhantes na Apple, em violação dos seus contratos de trabalho, completou a A123 em documento judicial no início deste mês em um tribunal federal de Massachusetts.

"A Apple está desenvolvendo atualmente uma divisão de baterias em larga escala para competir no mesmo campo que a A123", diz a ação judicial

Tanto a Apple quanto a A123 não responderam imediatamente aos pedidos para comentar o assunto e a Apple não respondeu às acusações da ação. A empresa também processou cinco ex-funcionários da A123, que não puderam ser encontrados para comentar o assunto.

(Por Deepa Seetharaman e Edwin Chan)