Astronautas preparam estação espacial para táxis espaciais dos EUA

sábado, 21 de fevereiro de 2015 15:59 BRST
 

CABO CANAVERAL (Reuters) - Dois astronautas norte-americanos saíram da Estação Espacial, neste sábado, para começar a ajustar locais de pouso para dois táxis comerciais espaciais.

O comandante da estação Barry "Butch" Wilmore, de 52 anos, e o engenheiro aeronauta Terry Virts, 47, deixaram a estação Quest pouco antes das 13h (GMT) para começar uma caminhada espacial de seis horas e meia, a primeira de três saídas nos próximos oito dias.

Esse trabalho vai preparar locais para atracar os voos da Boeing e da empresa privada Space Exploration Technologias, ou SpaceX, que estão desenvolvendo cápsulas para entrar e sair da estação, que voa a cerca de 418 quilômetros acima da Terra.

Os Estados Unidos dependem da Rússia para o transporte de sua tripulação desde que o ônibus espacial foi aposentado em 2011.

O primeiro teste aéreo para um novo transporte de tripulação não deve acontecer até o final de 2016, mas a estação, um laboratório de 100 bilhões de dólares, de propriedade de 15 nações, precisa passar por uma transformação significativa para estar preparada para os novos veículos, disse a Nasa.

Esse trabalho começou no sábado com Wilmore e Virts, que deveriam instalar seis cabos em ponto no módulo Harmony, da estação, o mesmo lugar onde os ônibus especiais costumavam ancorar.

Depois de mais dois passeios no espaço marcados para quarta-feira, 25 de fevereiro, e domingo, 1° de março, a estação terá um total de 233 metros de novos cabos, assim como um sistema de comunicações para suportar o CST-100, da Boeing, e as cápsulas atualizadas Dragon, do SpaceX.

O trabalho estabelece a base do lançamento e da instalação de dois sistemas internacionais de atracamento, construídos pela Boeing e programados para serem lançados com o SpaceX Dragon ainda este ano.

Para abrir espaço para mais um porto de ancoragem no Harmony e dois locais para naves de carga, a Nasa também planeja realocar outro módulo usando o braço robótico da estação.

"Estamos fazendo muita reconfiguração este ano", disse Kenneth Todd, administrador de operações da estação, em uma entrevista coletiva. "Estamos realmente tentando levar a estação para o próximo nível".

(Por Irene Klotz)