Lucro líquido da Repsol salta 27% com impulso em refino compensando petróleo barato

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015 09:15 BRT
 

MADRI (Reuters) - A petroleira espanhola Repsol disse que o lucro líquido ajustado em 2014 saltou 27,1 por cento, puxado por um grande impulso em margens de refino que mais do que compensou a queda na receita em seu negócio de produção, em meio ao declínio dos preços do petróleo no mundo.

Ao contrário de outros concorrentes europeus que estão diminuindo drasticamente gastos e investimentos em face de preços de energia mais baixos, a Repsol anunciou no ano passado a aquisição da Talisman Energy para aumentar sua unidade de exploração e produção.

O lucro líquido recorrente médio, ajustado para ganhos não recorrentes e efeitos de estoque, ficou em 1,707 bilhão de euros (1,9 bilhão de dólares) em 2014, ante projeção de 1,695 bilhão de euros em pesquisa da Reuters com analistas.

Para o quarto trimestre, somente, o lucro líquido ajustado ficou em 370 milhões de euros, três vezes maior que o registrado pela Repsol no mesmo período do ano anterior.

A produção cresceu 2,5 por cento em 2014, para 355 mil barris por dia, embora a receita de produção tenha caído 40 por cento devido aos preços fracos de petróleo, enquanto as margens de refino cresceram 24 por cento para 4,1 dólares por barril, elevando a receita nesta área em 111 por cento, também ajudada por maior uso pelos espanhóis de seus carros, em meio a uma recuperação econômica.

(Por Julien Toyer e Jose Elias Rodriguez)