Presidente do conselho da Galp propõe Gomes da Silva para suceder CEO

segunda-feira, 23 de março de 2015 10:07 BRT
 

LISBOA (Reuters) - O presidente do Conselho de Administração do grupo português Galp Energia, Américo Amorim, propôs que Carlos Gomes da Silva seja o novo presidente-executivo da "oil&gas", sucedendo Manuel Ferreira de Oliveira, que vai deixar a liderança da empresa após uma assembleia-geral em 16 de abril.

"Pretendo propor que a liderança da equipe executiva caiba ao engenheiro Carlos Gomes da Silva, que anteriormente exerceu várias funções diretivas na Galp Energia e é seu administrador executivo desde 2008," disse Américo Amorim, em um comunicado divulgado no site do regulador de mercado português.

"Profissional com profundo conhecimento da empresa e dos seus negócios, com capacidade e experiência que asseguram a qualidade de gestão e o compromisso com a continuidade da estratégia e as prioridades da Galp Energia," completou.

Gomes da Silva chefia a divisão "Gas&Power" da empresa desde 2008.

A Galp anunciou, durante o fim de semana, que Ferreira de Oliveira informou o presidente do Conselho que não pretende integrar as listas para qualquer órgão social na próxima assembleia-geral da sociedade a 16 de abril.

Ferreira de Oliveira foi presidente-executivo desde 2007, mas ocupou outros cargos executivos na Galp desde 2001.

Amorim controla a Amorim Energia, que é a maior acionista da Galp, com fatia de 38,34 por cento.

As acções da Galp caíam 0,82 por cento para 10,265 euros, numa sessão em que o índice PSI20 perdia 0,16 por cento.

(Por Shrikesh Laxmidas)