Ataques aéreos liderados por sauditas miram avanço de Houthis sobre Áden, no Iêmen

sábado, 28 de março de 2015 09:03 BRT
 

Por Sam Abraham

ÁDEN (Reuters) - Forças aéreas lideradas por sauditas atingiram um comboio de combatentes Houthi iemenitas que avançavam sobre Áden a partir do leste neste sábado, disseram moradores, e a marinha saudita evacuou diplomatas da cidade portuária do sul.

Os combatentes xiitas Houthi aliados do Irã, que procuram derrubar o presidente aliado da Arábia Saudita e do Ocidente, Abd-Rabbu Mansour Hadi, continuaram a obter ganhos desde que a coalizão liderada por sauditas lançou ataques aéreos contra eles na quinta-feira.

Na sexta-feira, os Houthis e unidades do exército aliado ganharam seu primeiro ponto de apoio na costa do Mar Arábico do Iêmen ao tomar o controle do porto de Shaqra, 100 quilômetros a leste de Áden, o que lhes permite abrir uma nova frente para marchar sobre a principal cidade do sul.

Moradores disseram que um comboio Houthi de veículos de combate, tanques e caminhões militares que dirigia ao longo da estrada costeira para Áden partindo de Shaqra foi alvejado por aviões da coalizão liderada pela Arábia Saudita antes do amanhecer de sábado, e veículos foram atingidos.

Não houve comentário imediato dos Houthis e detalhes sobre quaisquer vítimas não estavam disponíveis.

Moradores de Áden disseram que o comboio tinha sido parado, mas os Houthis estavam enviando reforços para Shaqra e esperava-se a retomada do avanço ao longo da estrada principal de al-Mukalla-Aden.

Com a perspectiva iminente de que Hadi poderia perder seu último refúgio no Iêmen, a marinha da Arábia Saudita evacuou dezenas de diplomatas da cidade, informou a televisão estatal saudita. Ela disse que os enviados estrangeiros tinham sido enviados com segurança ao porto do Mar Vermelho da Arábia Saudita de Jeddah.

Hadi deixou Áden na quinta-feira e estava no resort egípcio de Sharm El-Sheikh para participar de uma cúpula da Liga Árabe, que ele espera que ajude a obter apoio para a campanha aérea contra os Houthis.

Na capital Sanaa, que tem estado sob controle Houthi desde setembro, aviões de guerra levaram a cabo uma terceira noite de ataques, alvejando um aeroporto, disseram moradores e uma autoridade.