Israel testa escudo antimísseis enquanto negociações nucleares do Irã travam

quarta-feira, 1 de abril de 2015 19:40 BRT
 

Por Dan Williams e Andrea Shalal

JERUSALÉM/WASHINGTON (Reuters) - Um novo sistema de defesa aérea de Israel, desenvolvido em parceria com os Estados Unidos, atingiu todos os seus objetivos numa série de testes recentes de interceptação real, disseram autoridades israelenses e norte-americanas nesta quarta-feira, o que coloca o projeto no caminho de ser implementado até o próximo ano.

O sistema, chamado Estilingue de Davi, derrubou alvos que simulavam mísseis de longo alcance tais como os Scuds, que têm o potencial de serem lançados contra Israel a partir da Síria ou por guerrilheiros do Hezbollah no Líbano.

Fontes do setor de defesa disseram que os testes mais recentes ocorreram semana passada e na última terça-feira, este coincidindo com as negociações entre o Irã e outras potências sobre o polêmico programa nuclear de Teerã.

As conversas têm sido criticadas pelo premiê israelense, Benjamin Netanyahu, o que prejudicou as relações entre ele e o presidente dos EUA, Barack Obama.

O ministro de Defesa israelense, Moshe Yaalon, citou o Estilingue de Davi como um marco na contínua e vigorosa aliança entre Israel e os EUA.

"Acreditamos que no próximo ano o sistema esteja operacional", disse Yaalon durante uma visita do presidente da Câmara dos Deputados norte-americana, John Boehner, a Israel. O ministro agradeceu o financiamento de Washington ao projeto.

O Estilingue de Davi e seus mísseis de interceptação Stunner obtiveram sucesso em abater “alvos que representavam ameaças” durante os testes, disse o porta-voz da Agência de Defesa contra Mísseis dos EUA (MDA, na sigla em inglês), Rick Lehner, responsável pela condução da terceira série de testes do sistema, junto à Organização de Defesa contra Mísseis de Israel.

“Esse... é um grande marco no desenvolvimento do armamento Estilingue de Davi e proporciona confiança no futuro das capacidades de Israel em se defender contra a ameaça em desenvolvimento”, disse ele.   Continuação...

 
Teste de novo sistema antimísseis israelense em foto de divulgação do Ministério da Defesa de Israel. 01/04/2015 REUTERS/MOD/Divulgação