Extensão de prazo de empréstimo à Sete Brasil está quase pronta, diz Bradesco

segunda-feira, 6 de abril de 2015 15:16 BRT
 

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO (Reuters) - Uma prorrogação por 90 dias do empréstimo-ponte concedido à empresa de construção naval Sete Brasil está quase pronto, disse nesta segunda-feira o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco.

"O memorando já teve as assinaturas", disse Trabuco a jornalistas, durante o evento Brazil Investment Fórum, promovido pelo banco.

O executivo negou que o banco esteja planejando pedir execução de garantias por empréstimos feitos à Sete Brasil, fabricante de sondas de exploração de petróleo que vem sentindo os efeitos da crise na Petrobras, mergulhada num escândalo de corrupção.

Trabuco disse que a exposição total do Bradesco à Sete Brasil "não chega" a 3 bilhões de reais, mas evitou detalhar números.

Pouco antes, durante palestra, Trabuco afirmou que a cadeia de óleo e gás no país precisa ser redesenhada devido ao cenário atual do setor e da economia.

Trabuco, aliás, afirmou que os bancos privados do país têm interesse em ampliar investimentos em infraestrutura.

"O Brasil precisa rever o modelo de repasse de recursos do governo aos bancos públicos, como o BNDES", disse.

De acordo com o executivo, o governo não tem condições de controlar simultaneamente os três pilares da indústria do crédito: o funding, o prazo e as taxas. Por isso, é necessária a participação do mercado de capitais e, antes disso, as contas fiscais precisam ser corrigidas.   Continuação...