Atentado contra partido pró-curdos no sul da Turquia deixa 6 feridos

segunda-feira, 18 de maio de 2015 09:13 BRT
 

Por Ercan Gurses

ANCARA (Reuters) - Explosões simultâneas atingiram os escritórios do oposicionista Partido Democrático Popular da Turquia (HDP), pró-curdo, em duas cidades do sul do país nesta segunda-feira, ferindo seis pessoas, três semanas antes da eleição parlamentar, disse um dirigente do HDP.

O HDP afirmou que o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, que espera que as urnas pavimentem o caminho para que consiga a ampliação de seus poderes, tem responsabilidade política, bem como seus aliados, pelos ataques ao partido. Segundo ele, houve mais de 60 atentados contra sedes partidárias e membros do HDP durante a campanha para a eleição de 7 de junho.

A explosão na cidade de Adana, onde seis pessoas ficaram feridas, parece ter sido provocada por um pacote entregue no local, disse o dirigente à Reuters.

Imagens exibidos pela CNN turca mostraram janelas quebradas em um prédio de três andares e entulho pela rua. Um homem estava sentado em uma calçada com sangue na cabeça, perto do local da explosão em Adana.

Nacionalistas turcos se opõem ferozmente ao HDP, acusando-o de ligações com os militantes do grupo Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que travou uma guerra de guerrilhas por 30 anos contra o Estado, em que 40.000 pessoas morreram.