Dilma diz que Mercosul pode apresentar propostas à UE "nos próximos dias ou meses"

quarta-feira, 10 de junho de 2015 19:15 BRT
 

(Reuters) - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira, em visita a Bruxelas, que o Mercosul está pronto para apresentar sua oferta à União Europeia para um acordo de livre-comércio entre os blocos, e a entrega pode acontecer nos próximos dias ou meses.

"O Brasil e o Mercosul estão em condições de apresentar suas ofertas comerciais para a União Europeia, e acredito que isso possa ocorrer nos próximos dias ou meses", disse Dilma em declaração após encontro com o premiê belga, Charles Michel, por ocasião da 2ª Cúpula União Europeia-Celac.

"E esperamos que, da mesma forma, essa questão evolua de forma satisfatória do ponto de vista da União Europeia", acrescentou a presidente.

Mais tarde, também em Bruxelas, Dilma disse a jornalistas que não discutiu com autoridades da UE eventuais ofertas, mas sim a marcação de uma data para que essas ofertas sejam apresentadas.

"Hoje não se tratava da discussão sobre oferta, tratava-se de marcar essa data. Amanhã (quinta-feira) nós vamos conversar com o senhor Donald Tusk (presidente do Conselho Europeu), da União Europeia, e também com a chanceler (alemã Angela) Merkel, construindo as condições para que se apresente esse acordo, que é do interesse de todo o Mercosul e, seguramente, da União Europeia", disse Dilma.

A troca simultânea de ofertas entre Mercosul e União Europeia é um passo decisivo para as negociações de um acordo de livre-comércio, considerado por Dilma uma prioridade para o bloco de países sul-americanos neste ano.

LOGÍSTICA E 7 X 1

No encontro de Dilma com o premiê belga, os dois líderes trataram ainda sobre o novo Programa de Investimento em Logística lançado pelo governo federal e o interesse de empresas belgas em investir em infraestrutura no Brasil.   Continuação...

 
Presidente Dilma Rousseff na Bélgica 10/6/2015 REUTERS/Eric Vidal