Tunísia resgata 350 imigrantes que iam de barco da Líbia para Itália

quarta-feira, 10 de junho de 2015 20:00 BRT
 

TÚNIS (Reuters) - A Marinha da Tunísia resgatou mais de 350 imigrantes ilegais em sua costa e realizava buscas por centenas mais nesta quarta-feira, após eles terem tentado navegar da vizinha Líbia para a ilha italiana de Lampedusa, disse a Cruz Vermelha local. 

Contrabandistas frequentemente usam a proximidade da Tunísia com a costa italiana para enviar imigrantes para lá. Autoridades tunisianas resgataram dezenas de pessoas que viajavam em barcos inseguros nos últimos meses. 

“Forças navais resgataram pelo menos 350 imigrantes clandestinos da costa perto de Ben Guerdane em um barco velho que partiu da Líbia”, disse o representante local da Cruz Vermelha, Abd el Karim Rguiyi, à Reuters. “Entre eles estão sírios e famílias africanas. Autoridades buscam salvar cerca de mais 300 pessoas.”

Ben Guerdane é uma cidade costeira tunisiana perto da fronteira com a Líbia, não distante do resort turístico de Djerba. 

O conflito na Líbia entre dois governos rivais e suas forças armadas tem fomentado um colapso na ordem do país, algo que os contrabandistas têm explorado para tentar enviar milhares de imigrantes ilegais pelo Mediterrâneo para o continente europeu.

Líderes europeus estão cada vez mais preocupados de que a Líbia vá se tornar um Estado falido caso as facções rivais não consigam aceitar um acordo de paz mediado pela ONU. 

(Por Tarek Amara)

 
Policial vigia imigrantes ilegais numa base da polícia em Trípoli, na Líbia, em março. 13/03/2015 REUTERS/Goran Tomasevic