Gerdau começa a ver sinais de estabilidade de preço internacional de aço, mas em nível baixo

quarta-feira, 25 de novembro de 2015 11:52 BRST
 

Por Alberto Alerigi

SÃO PAULO (Reuters) - O grupo Gerdau começou a ver sinais de estabilidade nos preços internacionais do aço, mas em patamar baixo, e prevê manutenção do nível de investimentos da companhia para 2016, afirmou o presidente da empresa, André Gerdau Johannpeter, nesta quarta-feira em encontro com analistas e investidores.

O executivo comentou que com o atual de patamar de câmbio no Brasil, a companhia vai dobrar as exportações de aço neste ano, mas com margens pequenas, "que permitem a continuidade de nossas operações".

O grupo investiu no terceiro trimestre 508,6 milhões de reais, com 54,6 por cento dos recursos sendo destinados às operações no Brasil. No acumulado até setembro, o valor somou 1,8 bilhão de reais. As exportações do Brasil saltaram de 291 mil toneladas no terceiro trimestre de 2014 para 811 mil nos três meses encerrados em setembro deste ano.

Johannpeter comentou que o grupo está operando com um nível de utilização de capacidade no mundo de 60 a 70 por cento. A capacidade nominal da empresa é de 25 milhões de toneladas anuais. Já no Brasil, a utilização está em 70 por cento, cerca de 6 milhões de toneladas, das 9 milhões totais que a empresa tem no país.

Durante a reunião, investidores questionaram operações financeiras realizadas pela companhia nos últimos meses, que incluíram uma emissão de novas ações da holding Gerdau Metalúrgica, que captou 900 milhões de reais, e compra de participações minoritárias em empresas controladas que somaram 2 bilhões de reais.

Johannpeter e o vice-presidente financeiro, Harley Scardoelli, afirmaram que o aumento de capital da Metalúrgica foi feito para que a empresa tenha tranquilidade pelos próximos dois anos nos pagamentos de obrigações de dívida e que confiam que isso vai se refletir no preço das ações da empresa.

"Tínhamos um problema a resolver. A empresa (Metalúrgica) estava sem condições de pagar juros pelo nível de dividendo que está recebendo (da Gerdau SA, empresa operacional)", disse Johannpeter. "Não estamos satisfeitos com a cotação das ações hoje, mas a família (Gerdau) colocou 300 milhões na operação em uma demonstração da confiança que tem na empresa", acrescentou.

As ações da Metalúrgica Gerdau acumulam desvalorização de mais de 80 por cento neste ano, maior queda do Ibovespa, enquanto os papéis da Gerdau têm baixa de cerca de 34 por cento.   Continuação...