Turismo em Paris se recupera após ataques, diz ministro

quarta-feira, 25 de novembro de 2015 15:46 BRST
 

PARIS (Reuters) - O turismo em Paris está começando a se recuperar, disse o ministro da Economia francês, Emmanuel Macron, nesta quarta-feira, depois que as reservas de hotel sofreram uma queda brusca devido aos ataques de militantes islâmicos em 13 de novembro que mataram 130 pessoas.

A ocupação diária de hotéis em Paris caiu 24 pontos percentuais, em média, na semana após os ataques reivindicados pelo Estado Islâmico, de acordo com dados divulgados nesta quarta por entidade oficial de Turismo de Paris. Mas a queda perdeu força para 16 pontos em 22 e 23 de novembro, segundo a organização

O nível de cancelamentos de passagens aéreas também voltou ao normal esta semana após uma queda logo após os ataques, disse a entidade.

"A situação está melhorando, uma volta à normalidade está em andamento nesta semana", disse Macron durante visita ao distrito financeiro de La Defense, na zona oeste de Paris.

O promotor parisiense François Molins confirmou na terça-feira que o suspeito mentor dos ataques, Abdelhamid Abaaoud, morto pela polícia em operação na semana passada, planejava realizar um ataque suicida em La Defense em 18 ou 19 de novembro.

Macron disse que ainda é muito cedo para estimar o impacto financeiro completo que os ataques tiveram sobre o setor de turismo, uma vez que depende do ritmo da recuperação.

(Reportagem de Dominique Vidalon, Marine Pennetier e Pascale Denis)

 
Turistas caminham no Museu Louvre em Paris.  REUTERS/Eric Gaillard