Investidores veem preços do petróleo "baixos por mais tempo" após reunião da Opep

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015 13:54 BRST
 

CINGAPURA (Reuters) - Os investidores estão apostando que o preço do petróleo fique baixo por mais tempo após a decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) de abandonar um teto formal de produção, empurrando os preços futuros para entrega em quase 10 anos para menos de 60 dólares o barril.

Isto poderia prejudicar a capacidade dos produtores de óleo e gás não convencionais dos EUA ("shale gas" e "shale oil"), que estão entre as vítimas da decisão da Opep de manter a extração forte para defender participação de mercado, já que os preços não serão rentáveis para entregas futuras.

Os preços futuros do petróleo nos EUA para entrega em dezembro deste ano aprofundaram queda para menos de 40 dólares por barril nesta segunda-feira, após a Opep falhar na semana passada em chegar a um acordo sobre uma meta de produção para reduzir o excesso da commodity no mercado, que derrubou os preços em mais de 60 por cento desde 2014.

"O petróleo vai fazer mínimas mais baixas e altas menores no futuro próximo e, em termos de reação do mercado pós-Opep, eu não estou surpreso, mas deixa a porta aberta para que os preços caiam", afirmou o analista da Gain Capital Fawad Razaqzada.

Ainda recentemente, no fim de novembro, o petróleo dos EUA para entrega em dezembro de 2022 em diante foi negociado ligeiramente acima de 60 dólares por barril, mas na sequência da reunião da Opep, os contratos para dezembro 2024 estão abaixo de 60 dólares, mostram os dados de negociação.

"Isso significa que há uma perda de confiança no mercado após a reunião da Opep e as pessoas esperam que os preços baixos durem mais tempo", disse Oystein Berentsen, diretor de petróleo na Strong Petroleum em Cingapura.

(Por Henning Gloystein e Gavin Maguire; reportagem adicional de Jacob Grønholt-Pedersen em Cingapura e Amanda Cooper em Londres)