Irã pode elevar gradualmente produção de petróleo para evitar pressão nos preços

terça-feira, 5 de janeiro de 2016 17:19 BRST
 

NOVA DÉLHI (Reuters) - O Irã está preparado para moderar a sua produção e exportações de petróleo assim que as sanções do Ocidente sobre a República Islâmica forem retiradas, para evitar colocar os preços do petróleo sob maior pressão, afirmou um alto funcionário da petroleira estatal National Iranian Oil (NIOC), nesta terça-feira.

"De alguma forma, nós não queremos começar uma espécie de guerra de preços" afirmou à Reuters o diretor de assuntos internacionais da NIOC, S. M. Ghamsari, em uma entrevista por telefone.

Os preços do petróleo estão sendo negociados cerca de dois terços abaixo de suas cotações de meados de 2014, devido a um excesso de oferta e à redução da demanda, privando os produtores de petróleo de bilhões de dólares em receitas.

Ghamsari espera que os preços do petróleo se mantenham nos níveis atuais neste ano, ao contrário das expectativas do mercado, de que os preços poderiam ficar sob maior pressão quando as sanções contra o Irã fossem retiradas nos próximos meses, como resultado de um acordo nuclear alcançado em 2015.

O Irã, terceiro maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), não vai inundar o mercado e, no lugar disso, irá aumentar a produção gradualmente, disse Ghamsari.

"Vamos ser mais sutis na nossa abordagem e podemos aumentar gradualmente a produção", disse ele.

(Por Nidhi Verma)