David Bowie morre de câncer aos 69 anos

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 11:12 BRST
 

Por Paul Sandle e Guy Faulconbridge

LONDRES (Reuters) - O lendário astro britânico do rock David Bowie, que encarnou sucessos como “Ziggy Stardust” com ousadas demonstrações andróginas de sexualidade e roupas brilhantes, morreu de câncer aos 69 anos.

Um camaleão visionário, Bowie abalou os mundos do rock hedonístico, da moda e do drama durante cinco décadas, expandindo as fronteiras da música e de sua própria sanidade para produzir algumas das músicas mais inovadoras de sua geração.

"David Bowie morreu em paz hoje cercado por sua família, após uma corajosa batalha de 18 meses contra o câncer", disse um comunicado publicado na página de Bowie no Facebook com a data de domingo.

Steve Martin, da empresa de publicidade de Bowie, a Nasty Little Man, confirmou que a publicação no Facebook era verdadeira.

Os londrinos depositaram flores em um memorial a Bowie improvisado na região de Brixton em que ele nasceu, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, exaltou o cantor como um gênio.

“Eu cresci ouvindo e assistindo ao gênio do pop David Bowie. Ele foi um mestre da reinvenção que continuou a sempre acertar. Uma grande perda”, disse Cameron.

A estrela pop Madonna disse no Twitter: “Talentoso. Único. Gênio. Inovador. O Homem que Caiu na Terra. Seu Espírito Vive para Sempre!”.

Nascido David Jones no bairro londrino de Brixton, Bowie começou a tocar saxofone aos 13 anos. Ele alcançou a fama na Europa com "Space Oddity", de 1969.   Continuação...

 
David Bowie em show em Montreal, em dezembro de 2003. REUTERS/Shaun Best