Consumo de energia pela indústria no Brasil cai 5,1% em agosto

segunda-feira, 29 de setembro de 2014 12:05 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O consumo de energia elétrica por indústrias no Brasil caiu 5,1 por cento em agosto sobre o mesmo período do ano passado, em novo recuo após a queda de quase 7 por cento em julho ante junho, afetado principalmente pelos setores metalúrgico, químico e automotivo.

O uso de eletricidade pelo setor industrial brasileiro somou 15.066 gigawatts-hora (GWh) no mês passado, mostraram dados divulgados nesta segunda-feira pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

"Os dados de consumo da indústria confirmam a queda ainda acentuada e de forma disseminada por vários setores, porém com taxas menos negativas que no mês anterior", afirmou a EPE em sua resenha mensal.

Na abertura dos dados, a EPE informou que as montadoras no Estado de São Paulo consumiram menos 12 por cento de energia no último mês, em linha com estatísticas da associação do setor Anfavea apontando para queda de mais de 20 por cento na produção de veículos em agosto. Em outros dois Estados com presença do setor automotivo, o Paraná e o Rio Grande do Sul, as reduções no uso de eletricidade foram de 10 e de 14 por cento, respectivamente.

O setor industrial foi o único a mostrar recuo no consumo de energia em agosto: as residências tiveram alta de 2,4 por cento no uso de eletricidade e o comércio subiu 6 por cento sobre um ano atrás.

Por região, o Sudeste/Centro-Oeste, principal centro industrial do país, teve baixa de 1,4 por cento na utilização de energia em agosto sobre o mesmo período de 2013. No Norte houve baixa de 3,8 por cento, enquanto as regiões Nordeste e Sul mostraram alta de 5,1 e de 1,6 por cento, respectivamente.

Como um todo, o consumo de eletricidade no Brasil no mês passado recuou 0,1 por cento sobre agosto de 2013, para 38.601 GWh, segundo a EPE.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

 
Metalúrgico da Ford em fábrica da montadora em São Bernardo do Campo, região metropolitana de São Paulo. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) informou que as montadoras no Estado de São Paulo consumiram menos 12 por cento de energia em agosto de 2014, em linha com estatísticas da associação do setor Anfavea apontando para queda de mais de 20 por cento na produção de veículos no mês. REUTERS/Nacho Doce