Vestidos de Stella McCartney e Barbie de Lagerfeld brilham em Paris

segunda-feira, 29 de setembro de 2014 15:58 BRT
 

Por Alexandria Sage

PARIS (Reuters) - Fendas oblongas, fivelas de tamanho grande e uma estética utilitarista foram os traços marcantes da coleção de verão 2015 que Stella McCartney desfilou em Paris nesta segunda-feira.

A aposta da estilista britânica em roupas com “movimentos naturais e uma silhueta fluida” se traduziram em calças de cintura baixa estilo marinheiro, macacões em tecidos vaporosos estilo paraquedas e vestidos no meio da canela.

O desfile de Stella no Opera Garnier de Paris na segunda semana da mostra foi recebido com aplausos um tanto contidos, um contraste com o frenezi dos fãs que correram para obter uma Barbie de edição limitada de Karl Lagerfeld, na verdade uma miniatura do estilista alemão e seu famoso rabo de cavalo.

Com as tradicionais luvas pretas sem dedos, gola engomada e, claro, óculos escuros, as 900 bonecas à venda por 200 euros cada, feitas pela Mattel, criadora da Barbie, foram todas vendidas em minutos nas lojas de Karl Lagerfeld e em butiques especializadas.

Lagerfeld, cujo gato branco Choupette foi a estrela de um livro de capa dura lançado na semana passada, apresenta sua coleção da Chanel na terça-feira.

No show de McCartney, as fivelas ousadas dominaram alguns dos vestidos, fosse como presilha no ombro ou ornamentos no bolso, dando um toque mais robusto a vestimentas em tons de branco e creme.

Fraques com tecido bufante e fendas assimétricas em bainhas e corpetes podem ser uma maneira infalível de rebater o calor do verão, mas um vestido de tricô que expõe completamente o quadril da modelo pode ser revelador demais até para as mulheres mais arrojadas do mundo real.

Para a noite, McCartney optou por vestidos arejados de organza em modelos e estampas contrastantes realmente ecléticas, em cores que vão de coral e leopardo até um azul de inspiração japonesa e estampas de onda, entremeadas com aberturas de seda transparente.

A coleção Givenchy, exibida na noite de domingo, foi bem mais rebuscada que a do ano passado, um delírio em preto e branco com toques explícitos de sensualidade.

O look definitivo do diretor criativo da marca, Riccardo Tisci, foi um bolero preto e branco reforçado com ilhós brilhantes e pespontos pretos.

 
Modelo desfila criação de Stella McCartney.    REUTERS/Gonzalo Fuentes