Boca de urna e dados do TSE mostram 2º turno entre Dilma e Aécio

domingo, 5 de outubro de 2014 19:48 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Em uma arrancada final impressionante, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, deixou muito para trás Marina Silva (PSB) para garantir uma vaga no segundo turno e também se aproximou da primeira colocada, a presidente Dilma Rousseff (PT), neste domingo como em nenhum momento da campanha.

Com 88 por cento da apuração, dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram a presidente Dilma com 40,7 por cento dos votos válidos, seguida por Aécio com 34,7 por cento. Marina tinha 21 por cento.

Há 10 dias, pesquisa Datafolha mostrava Marina 10 pontos percentuais à frente de Aécio.

Parte dessa reviravolta pode ser explicada pelo desempenho do tucano no Estado de São Paulo. Há cinco dias, o Ibope mostrava Marina com 29 por cento das intenções de voto entre os paulistas, contra 22 por cento de Aécio. Com 87 por cento da apuração no Estado neste domingo, Aécio tinha 44,9 por cento e Marina 24,7 por cento.

Mais cedo, pesquisa boca de urna realizada pelo Ibope já tinha apontado segundo turno entre Dilma e Aécio, com a presidente com 44 por cento dos votos válidos e o tucano com 30 por cento. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais.

Quase 143 milhões de brasileiros estavam habilitados a votar para escolher o próximo presidente, na eleição mais acirrada desde 1989, que foi a primeira eleição direta desde a redemocratização.

(Texto de Alexandre Caverni)