PERFIL-Estrela tucana desde 2001, Aécio resiste a reviravoltas e chega bem ao 2º turno

domingo, 5 de outubro de 2014 20:39 BRT
 

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - O senador mineiro Aécio Neves resistiu às reviravoltas de uma disputa presidencial sem precedentes e conseguiu se manter como uma das principais estrelas do PSDB ao chegar ao segundo turno neste domingo e, na pior das hipóteses, igualar o resultado do partido nas últimas três eleições.

Visto por aliados como gestor eficiente e por adversários como "playboy" e censor da imprensa mineira, Aécio sobreviveu ao que ele mesmo classificou como "uma nova eleição" no meio da campanha e agora tentará no próximo dia 26 recolocar o PSDB no comando do governo federal.

Apontado como futuro candidato do PSDB ao Planalto desde que ganhou destaque nacional como presidente da Câmara dos Deputados em 2001, Aécio lembrou na campanha a herança política do avô Tancredo Neves e agora terá de recorrer ao perfil conciliador do avô para tentar trazer para sua campanha o apoio de Marina Silva, candidata do PSB, que ficou fora do segundo turno.

"Ninguém é melhor do que ninguém. Tenho enorme respeito pela Marina, que disputa com dignidade uma oportunidade de também presidir o Brasil da mesma forma que eu", disse o tucano num afago à rival no sábado, quando algumas pesquisas já apontavam a tendência de que ele ultrapassaria a rival do PSB.

Aécio começou a trilhar sua candidatura quando ganhou notoriedade em 2001 como presidente da Câmara dos Deputados e reforçou esse caminho ao fazer dois governos bem avaliados em Minas Gerais, de 2003 a 2010.

“Eu acho que o Aécio combina uma extraordinária habilidade política, para a política partidária, para as composições eleitorais, com uma clareza muito grande de objetivos, do que ele quer atingir", disse o senador paulista Aloysio Nunes (PSDB), candidato a vice na chapa de Aécio, em entrevista recente à Reuters na qual também rebateu a fama de "playboy" do presidenciável tucano.

“Ele é um sujeito que gosta da vida. Gosta de comer bem, gosta de amigos, gosta de tomar os seus aperitivos. É uma pessoa normal. Agora, é extremamente disciplinado. O Aécio é um sujeito muito disciplinado e trabalhador. Não apenas na política mas na administração. Foi um excelente governador de Minas Gerais.”

Independentemente da opinião que desperte, o fato é que Aécio, aos 54 anos, finalmente chegou à posição que parecia que seria sua, mais cedo ou mais tarde: a candidatura à Presidência da República.   Continuação...

 
Aécio Neves durante votação em Belo Horizonte neste domingo.  REUTERS/Washington Alves