Dilma diz que investidores podem fazer tudo, mas não ganham eleição

segunda-feira, 6 de outubro de 2014 19:07 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff (PT), que disputará o segundo turno da eleição presidencial contra o candidato Aécio Neves (PSDB), afirmou nesta segunda-feira que "investidores podem fazer tudo, mas não ganham uma eleição".

O comentário veio em resposta ao questionamento de um repórter sobre a reação eufórica nos mercados financeiros locais à votação expressiva de Aécio obtida no primeiro turno.

"Eu desconfio que os investidores podem fazer tudo, mas não ganham uma eleição. Quem ganha e vota no Brasil chama-se povo brasileiro", afirmou.

A presidente é alvo de fortes críticas no mercado financeiro, que prefere a política econômica mais ortodoxa prometida por Aécio.

Nesta segunda, a Bovespa chegou a subir 8 por cento e o dólar a cair mais de 3 por cento ante o real, em reação ao resultado da votação no domingo. O principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa, terminou o dia em alta de quase 5 por cento e a moeda norte-americana fechou em baixa de 1,43 por cento.

Na votação de domingo, Dilma teve 41,6 por cento dos votos válidos, ou quase 43,3 milhões, enquanto Aécio ficou com 33,6 por cento, o equivalente a 34,9 milhões. A candidata Marina Silva (PSB) teve 21,3 por cento (22,2 milhões de votos).

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)