PPS, partido da coligação de Marina, anuncia apoio a Aécio no 2º turno

terça-feira, 7 de outubro de 2014 20:19 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O PPS, partido que faz parte da coligação da candidatura de Marina Silva (PSB) à Presidência, anunciou nesta terça-feira apoio a Aécio Neves (PSDB) na disputa do segundo turno da eleição presidencial.

A decisão do PPS acontece após a coligação encabeçada por Marina soltar uma nota afirmando que os partidos da aliança se reunirão na quinta-feira para construir uma posição conjunta sobre a nova fase da disputa, que será entre Aécio e a petista Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

“A sociedade deu um recado muito claro nas urnas contra o governo. Defendemos a união das oposições para derrotar o lulopetismo, afirmando a questão democrática e os princípios republicanos”, disse o presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), segundo o site da legenda, após reunião da Executiva do partido.

"Precisamos nos lembrar do que disse Eduardo Campos: O Brasil não aguenta mais quatro anos de governo Dilma", acrescentou Freire ao citar o ex-presidenciável do PSB Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo em agosto.

"Não fazemos política em proveito próprio, mas sim com perspectivas que interessam ao país", disse ainda o deputado, que não conseguiu se reeleger no último domingo.

De acordo com Freire, a posição do PPS será levada a Marina e aos demais partidos que a apoiaram: PSB, PHS, PPL, PRP e PSL.

A resolução aprovada por unanimidade pela Executiva do PPS em Brasília nesta terça "conclama todas as forças favoráveis à mudança, em especial aquelas que apoiaram, no primeiro turno, Marina Silva (PSB), à unidade em torno da candidatura de Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República".

Mais cedo, a Coligação Unidos pelo Brasil, encabeçada por Marina, divulgou nota afirmando que os partidos da aliança se reuniriam individualmente até quarta-feira e, na quinta, haveria uma reunião conjunta para definir um posicionamento comum.

O PSB reúne na quarta sua Executiva em Brasília para tratar do tema e Marina está em São Paulo em reuniões com lideranças do PSB e de seu grupo político, a Rede Sustentabilidade, também sobre este assunto.   Continuação...

 
Candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, chega para entrevista coletiva em São Paulo. 06/10/2014. REUTERS/Nacho Doce