October 9, 2014 / 10:29 PM / 3 years ago

EXCLUSIVO-Equipe de Dilma prepara programa de governo para reforçar diferenças com PSDB

3 Min, DE LEITURA

Presidente Dilma Rousseff, que concorre à reeleição pelo PT, durante entrevista coletiva em Brasília, após votação no primeiro turno. 5/10/2014Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - A equipe da presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT, foi convocada para preparar o programa de governo para um segundo mandato, com objetivo de reforçar diferenças entre o seu projeto político e a plataforma eleitoral do candidato rival do PSDB, Aécio Neves.

A informação foi dada à Reuters nesta quinta-feira por três fontes do governo e da campanha envolvidas na elaboração das propostas, que não disseram a data para divulgação a pouco mais de duas semanas do segundo turno.

Na visão de uma fonte graduada da campanha petista, o segundo turno vai ser marcado "pela comparação dos dois programas: o da Dilma e o do Aécio".

Segundo informou à Reuters uma segunda fonte, esta do governo e envolvida na montagem das propostas, a equipe de Dilma está mobilizada na elaboração das ideias que serão estruturadas pela cúpula da campanha no programa de governo.

A preparação das diretrizes foi decidida por Dilma e coordenadores da campanha logo após a divulgação do resultado da eleição de primeiro turno e representa uma mudança em relação à orientação inicial da presidente. Durante agosto e setembro, ela relutou em apresentar um programa oficial, argumentando que seu programa "está na realidade".

A terceira colocada no primeiro turno Marina Silva (PSB) foi a primeira entre os principais candidatos na corrida presidencial a divulgar programa de governo, em 29 de agosto. Pontos do documento foram usados por Dilma e Aécio para atacar a ex-senadora e ambientalista durante a campanha.

O candidato tucano apresentou formalmente seu programa de governo de forma fatiada pela Internet na última semana antes da votação do primeiro turno.

Destacar diferenças

Uma terceira fonte integrante da campanha do PT confirmou o lançamento do programa de governo em breve.

Pesaram para a decisão dos petistas de elaborar um programa de governo o fato de Aécio ter apresentado sua plataforma de governo, o resultado obtido pelo tucano no último domingo e a estratégia traçada pela campanha de Dilma para enfrentar os tucanos.

Os objetivos do programa petista são destacar as diferenças entre as propostas do PT e as do PSDB junto aos eleitores, municiar a presidente dos dados oficiais da campanha para o enfrentamento nos debates e fornecer propostas unificadas para que petistas e aliados defendam Dilma neste segundo round da disputa.

Algumas das diretrizes para um eventual segundo governo de Dilma constam de um programa protocolar apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atendendo a uma obrigatoriedade da legislação.

O documento ao TSE, no entanto, tem um caráter de balanço que lista ações do governo petista nos últimos 12 anos, mencionando sem detalhes "melhoria da infraestrutura" e compromisso com "crescimento do emprego", "solidez na condução da economia" e "inflação baixa e estável". Enfatizando as ações sociais, o material ressalta que "42 milhões de brasileiros ascenderam à classe média" nas três administrações do PT.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below