Aécio comemora apoio de Marina; diz que ela representa parcela expressiva da população

domingo, 12 de outubro de 2014 15:57 BRT
 

(Reuters) - O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, disse estar "muito feliz" com a declaração de apoio à sua candidatura neste domingo por Marina Silva (PSB), terceira colocada na disputa eleitoral no primeiro turno, e disse que a ex-candidata representa parcela expressiva da população brasileira.

"Estou extremamente feliz com esse apoio e que tocará fundo no coração de milhões de brasileiros, eu tenho absoluta certeza disso. É uma decisão que engrandece a boa política brasileira", disse o candidato a jornalistas em Aparecida (SP), onde ocorreu missa solene em homenagem a Nossa Senhora Aparecida.

"Marina representa o sentimento de uma parcela muito expressiva da sociedade brasileira que quer voltar a acreditar na política como um instrumento de transformação da vida das pessoas", afirmou.

Ao agradecer a manifestação pública da ex-senadora, o presidenciável afirmou que inicia a segunda etapa da corrida presidencial com possibilidades de derrotar a presidente Dilma Rousseff, que tenta a reeleição pelo PT.

"Acredito que nós iniciamos já essa reta final e decisiva do segundo turno demonstrando que o Brasil tem possibilidades não apenas de vencer o atual governo que aí está, que demonstra desespero em todas as suas últimas ações para se manter no poder, como temos as melhores condições para governar juntos o Brasil", disse o candidato.

Marina Silva, formalmente filiada ao PSB, anunciou neste domingo seu apoio a Aécio. A transferência de eleitores não é automática, mas o posicionamento da ex-senadora, que obteve mais de 22 milhões de votos, pode impulsionar a campanha do tucano.

"Com a chegada de Marina Silva, dos seus valores, do seu imenso amor ao Brasil, da sua história de vida, a minha candidatura não é mais a candidatura de um partido político, não é a candidatura sequer de uma aliança partidária. É uma candidatura que representa o profundo sentimento de mudança que hoje se alastra pela sociedade brasileira", afirmou o senador mineiro.

Emissários da ex-senadora haviam entregue à campanha de Aécio na sexta-feira uma sugestão de pautas mais "progressistas" a serem incorporadas pelo tucano, considerados temas-chave para que Marina declarasse seu apoio.

No sábado, Aécio recebeu o apoio da família de Eduardo Campos, presidenciável do PSB morto em acidente aéreo em agosto.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

 
Candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, durante entrevista no Rio de Janeiro. 9/10/2014 REUTERS/Ricardo Moraes