Últimas pesquisas Datafolha e Ibope não têm favorito claro entre Dilma e Aécio

sábado, 25 de outubro de 2014 20:06 BRST
 

Por Alexandre Caverni

SÃO PAULO (Reuters) - As últimas pesquisas Datafolha e Ibope realizadas antes do segundo turno da eleição presidencial não apontaram um favoristimo claro na disputa entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), embora a presidente apareça com uma vantagem de 4 e 6 pontos percentuais, respectivamente.

Como parte das entrevistas foram realizadas na sexta-feira, os levantamentos não devem ter capturado plenamente o impacto do debate na TV Globo nem os últimos desdobramentos do escândalo de corrupção na Petrobras.

Segundo o Datafolha, considerando os votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos), Dilma passou a 52 por cento (ante 53 por cento na pesquisa anterior), enquanto Aécio foi a 48 por cento (ante 47 por cento). Como a margem de erro é de 2 pontos percentuais, os candidatos estão no limite do empate técnico.

Pelo Ibope, a presidente passou a 53 por cento (ante 54 por cento), enquanto o tucano foi a 47 por cento (ante 46 por cento). A margem de erro também é de 2 pontos percentuais.

Considerando o eleitorado total, a vantagem de Dilma sobre Aécio no Datafolha é de 47 a 43 por cento (ante 48 a 42 por cento), enquanto pelo Ibope é de 49 a 43 por cento (ante 49 a 41 por cento).

Os eleitores que planejam votar em branco ou anular seus votos somam 5 por cento nos dois levantamentos. Já os indecisos são 5 por cento no Datafolha e 3 por cento no Ibope.

As pesquisas divulgadas na última quinta-feira, quando Dilma abriu mais vantagem sobre Aécio, pareciam indicar que as denúncias de corrupção na Petrobras tinham exaurido seu impacto sobre a presidente.

Agora os dois institutos mostraram que a tendência de crescimento da petista parou, enquanto o tucano ganhou fôlego. No caso do Ibope, esse fôlego pode ter vindo dos eleitores que planejam votar em branco ou nulo, que somavam 2 pontos percentuais a mais no levantamento anterior.   Continuação...