Bradesco reserva R$2 bi para financiar compra de utilitários esportivos Fiat Chrysler

segunda-feira, 6 de julho de 2015 13:46 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Bradesco anunciou nesta segunda-feira uma parceria com a Fiat Chrysler no Brasil para financiar a compra de utilitários esportivos da montadora, incluindo as marcas Jeep, Chrysler e Dodge.

A expectativa é que a linha gere cerca de 100 milhões de reais por mês, chegando a 2 bilhões de reais ao final de dois anos, disse à Reuters o diretor-executivo do Bradesco Altair Antonio de Souza.

O acordo vai na contramão do mercado automotivo, que vem mostrando sucessiva contração de produção e vendas, na esteira da frágil atividade econômica do país.

A Anfavea, associação das montadoras, informou nesta manhã que o setor encerrou o semestre com queda de 18,5 por cento na produção, para 1,277 milhão de unidades. Na semana passada, a representante das concessionárias, Fenabrave, revelou que as vendas recuaram 17,5 por cento ante janeiro a junho do ano passado, no pior semestre desde 2007.

Representantes das montadoras quanto das concessionárias têm dito que entre as principais causas da queda nas vendas estão a falta de confiança do consumidor diante da ameaça do desemprego e a escassez de crédito por parte dos bancos, devido ao receio de maior inadimplência.

Segundo Souza, a política de aprovação de crédito do Bradesco para compra de automóveis não mudou, mas o banco tem especial interesse pelo mercado de veículos de mais alto padrão.

"Esse segmento atrai um público diferenciado, geralmente dá uma entrada maior", disse o executivo à Reuters.

O executivo evitou mencionar as taxas oferecidas para esta linha, dizendo apenas que será "competitiva". Os prazos serão de 48 a 60 meses, disse.

(Por Aluisio Alves)

 
Homem passa em frente a agência do Bradesco no centro do Rio de Janeiro. 20/08/2014 REUTERS/Pilar Olivares