16 de Julho de 2015 / às 15:41 / em 2 anos

Estado Islâmico diz ter atacado embarcação da Marinha do Egito no Mediterrâneo

Palestinos observam fumaça em embarcação do Egito na costa norte do Sinai, a partir da fronteira da Faixa de Gaza com o Egito. 16/07/2015Ibraheem Abu Mustafa

CAIRO (Reuters) - O braço do Estado Islâmico no Egito declarou nesta quinta-feira que disparou um foguete contra uma embarcação da Marinha egípcia no mar Mediterrâneo perto da costa de Israel e da Faixa de Gaza.

O grupo militante Província do Sinai tem direcionado seus ataques sobretudo a soldados e policiais egípcios na região do Sinai, e já matou centenas de pessoas desde que o Exército depôs o presidente islâmico Mohamed Mursi, em 2013, em reação a protestos em massa contra seu governo.

Fotos distribuídas pelo grupo na Internet pareceram mostrar um foguete seguindo rumo a um navio e o incendiando após o impacto. A Reuters não pôde verificar a versão dos eventos dada pelos militantes.

Os militares egípcios declararam em um comunicado que uma lancha da guarda-costeira trocou tiros com “elementos terroristas”, o que fez com que a embarcação pegasse fogo. Segundo o Exército, não houve mortes.

No ano passado o grupo Província do Sinai, facção militante mais violenta do Egito, jurou lealdade ao Estado Islâmico, que controla grandes porções de território na Síria e no Iraque e ainda atua na Líbia, vizinha do Egito. Recentemente, o grupo realizou ataques de grande porte que levaram a elaboração de uma lei abrangente antiterrorismo.

Por Ali Abdelaty

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below