Toyota diz que não está otimista com a lucratividade na China

terça-feira, 4 de agosto de 2015 20:45 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Toyota Motor disse que "não pode ser otimista" sobre sua lucratividade na China, o maior mercado automotivo do mundo, onde o crescimento lento está forçando os fabricantes japoneses a cortar preços e oferecer incentivos para compras para acompanhar os rivais.

A empresa, que nesta terça-feira divulgou lucro líquido recorde para o primeiro trimestre pelo terceiro ano consecutivos, aproveitou o aumento nas vendas na China mas as guerras de preços estavam enfraquecendo os lucros, disseram executivos da companhia no relatório de resultados.

As vendas de automóveis na China caíram a cada mês no trimestre, conforme o crescimento econômico rasteja no ritmo mais lento em 25 anos, drenando o sentimento do consumidor, e analistas esperam que a quebra no mercado de ações no meio de junho arraste ainda mais as vendas.

"Entre abril e junho, as vendas de veículos progrediram firmemente mas no que diz respeito à lucratividade, nós não podemos ser otimistas," disse o diretor administrativo Tetsuya Otake.

O lucro líquido da Toyota subiu 10 por cento entra abril e junho, para 646,4 bilhões de ienes (5,21 bilhões de dólares), acima da estimativa média de 607,5 bilhões de ienes de 11 analistas consultados pela Thomson Reuters.

(Por Minami Funakoshi)