Entregas de jatos executivos HondaJet no Brasil começam em 2017

segunda-feira, 10 de agosto de 2015 17:11 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - As entregas do avião executivo HondaJet no Brasil começarão em 2017, disse o presidente-executivo da Honda Aircraft, unidade da Honda Motor, Michimasa Fujino, nesta segunda-feira.

O HondaJet está entrando em serviço cerca de uma década após a Honda anunciar meta de atuar no mercado de aviação executiva.

A Honda está desafiando o Cessna, da Textron, e a própria Embraer no segmento de jatos ultraleves, no qual a demanda tem demorado a se recuperar de uma crise recente no mercado de aviação executiva.

Segundo Fujino, a meta da Honda é produzir 4 HondaJets por mês. O presidente da Líder Aviação, distribuidora do modelo no Brasil, afirmou que o avião da Honda está esgotado até 2016 e que sua empresa pretende adicionar o jato à frota em 2017.

"Temos uma expectativa muito grande de sermos bem sucedidos na comercialização. A expectativa é conseguir várias posições para entrega em 2017 com um plano de pagamentos escalonado", disse o presidente da Líder Aviação, Eduardo Vaz.

"A crise (econômica) não vai ser tão breve, mas também não vai se alongar por muitos anos", acrescentou Vaz ao ser questionado sobre as perspectivas de negócios no Brasil.

O HondaJet, que nos Estados Unidos custa 4,5 milhões de dólares, é a primeira aeronave comercial da Honda Aircraft, companhia estabelecida em 2006. A principal característica do modelo são os motores instalados acima das asas, que permitem mais espaço na cabine e menor ruído, segundo a Honda.

(Por Brad Haynes e Priscila Jordão)