Empresas agendam visitas a hidrelétricas que serão relicitadas pelo governo

terça-feira, 13 de outubro de 2015 12:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O leilão de hidrelétricas existentes que o governo federal promove em 6 de novembro atraiu interesse de empresas brasileiras e estrangeiras, que agendaram junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) visitas às usinas que terão a concessão ofertada, segundo despacho publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira.

Entre as companhias que marcaram visitas aos empreendimentos estão a canadense Brookfield, a italiana Enel, a chinesa Three Gorges e a espanhola Gas Natural Fenosa, além das brasileiras Furnas (do Grupo Eletrobras), Energisa, Cemig, Cesp, Copel e CPFL.

A competitividade no leilão terá impacto nas contas do governo, que pretende arrecadar 17 bilhões de reais com a cobrança de bônus de outorga junto aos vencedores da licitação, dos quais 11 bilhões de reais teriam que ser pagos ainda neste ano, e o restante em 2016.

O Lote E do certame, com as hidrelétricas de Jupiá e Ilha Solteira, cuja concessão pertencia à paulista Cesp, deverá ser o mais disputado. Furnas, Three Gorges, Enel, Brookfield, Cemig e CPFL marcaram datas para visitar os empreendimentos, entre 19 e 21 de outubro.

Já a usina de Três Marias, que pertencia à Cemig, tem entre os interessados Brookfield, Enel, Furnas, Gas Natural Fenosa e Cesp.

A CEI e a E4U também parecem entre as empresas que solicitaram agendamentos à Aneel.

(Por Luciano Costa)