PF tem nova fase da operação Zelotes e faz busca em empresa de filho de Lula

segunda-feira, 26 de outubro de 2015 14:23 BRST
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão nesta segunda-feira em uma empresa de marketing esportivo de propriedade de um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como parte de nova fase da operação Zelotes, que investiga fraude em julgamentos do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), do Ministério da Fazenda.

A Polícia Federal afirmou, por meio da assessoria, que não divulgaria detalhes sobre os alvos da nova etapa da operação. Uma fonte da PF, que pediu para não ser identificada, confirmou a ação de busca e apreensão em empresa do filho de Lula, mas não tinha detalhes sobre a suposta ligação com o esquema investigado pela Zelotes.

A nova etapa da operação, segundo a PF, aponta que um consórcio de empresas, além de promover a manipulação de processos e julgamentos dentro do Carf, também negociava incentivos fiscais a favor de empresas do setor automobilístico.

"As provas indicam provável ocorrência de tráfico de influência, extorsão e até mesmo corrupção de agentes públicos para que uma legislação benéfica a essas empresas fosse elaborada e posteriormente aprovada", disse a polícia em nota.

Segundo reportagem do jornal o Estado de S. Paulo, uma empresa de Luís Cláudio Lula da Silva recebeu pagamento de um lobista investigado por supostamente ter negociado a aprovação de uma medida provisória durante o governo Lula que prorrogou incentivos fiscais ao setor automotivo.

A defesa do filho do ex-presidente afirmou, por meio de nota, que as duas empresas em nome de Luís Cláudio, a Touchdown Promoção de Eventos Esportivos e a LFT Marketing Esportivo, "jamais tiveram qualquer relação, direta ou indireta" com o Carf.

"No caso da LFT Marketing Esportivo, que se viu indevidamente associada à edição da MP 471 –alvo da Operação Zelotes-, a simples observação da data da constituição da empresa é o que basta afastá-la de qualquer envolvimento com as suspeitas levantadas. A citada MP foi editada em 2009 e a LFT constituída em 2011", afirmou o advogado Cristiano Zanin Martins em comunicado.

A operação Zelotes tem como objetivo investigar e desarticular organizações criminosas que atuavam na manipulação do trâmite de processos e resultados de julgamentos do Carf, de acordo com a polícia. Nova fase da ação foi deflagrada nesta segunda-feira para cumprimento de 33 mandados judiciais, sendo 6 de prisão, 18 de busca e apreensão e 9 de condução coercitiva nos Estados de São Paulo, Piauí, Maranhão e Distrito Federal.   Continuação...

 
Carro da Polícia Federal no Rio de Janeiro. 28/07/2015 REUTERS/Sergio Moraes