Irã detém 10 marinheiros dos EUA, que esperam breve liberação

terça-feira, 12 de janeiro de 2016 22:01 BRST
 

Por Phil Stewart e Idrees Ali

WASHINGTON (Reuters) - Dez marinheiros a bordo de duas embarcações da Marinha dos Estados Unidos foram detidos pelo Irã no golfo nesta terça-feira, e Teerã disse aos EUA que a tripulação será liberada em breve, disseram autoridades norte-americanas.

"Recebemos garantias dos iranianos que nossos marinheiros estão seguros e que terão permissão para continuar sua jornada em breve", disse o porta-voz da Casa Branca Josh Earnest à CNN.

Uma autoridade de alto escalão da área de defesa dos EUA disse que os Estados Unidos perderam contato mais cedo com as duas embarcações de pequeno porte que estavam em rota do Kuweit para o Barein. Autoridades norte-americanas disseram que ainda não está claro como as embarcações se tornaram inoperantes.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohamad Javad Zarif, garantiu ao secretário de Estado dos EUA, John Kerry, que os marinheiros norte-americanos receberão em breve permissão para seguir viagem, disse outra autoridade dos Estados Unidos.

Embora os dois lados pareçam dispostos a não permitir uma escalada neste incidente, ele acontece em um momento delicado para as relações entre EUA e Irã. A República Islâmica chegou a um acordo sobre seu programa nuclear com seis potências mundiais em julho.

A implementação formal do acordo pode começar em dias, após medidas que o Irã concordou em tomar para reduzir suas atividades na área nuclear.