Empresas espaciais dos EUA planejam aumento nos lançamentos este ano

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016 21:21 BRST
 

CABO CANAVERAL, Estados Unidos (Reuters) - As empresas espaciais de capital privado norte-americanas Space Exploration Technologies e United Launch Alliance, uma parceria da Lockheed Martin e Boeing, agendaram mais de 30 lançamentos a partir da Flórida este ano, uma alta de 18 por cento em relação ao ano passado, de acordo com a companhia e autoridades da Força Aérea dos EUA.

O salto nos lançamentos planejados reflete o aumento da demanda por comunicações comerciais e imagens de satélites, assim como negócios das Forças Armadas dos EUA, embarques de cargas para a Estação Espacial Internacional e o retorno da missão de amostras de asteroides da Nasa. SpaceX e ULA voam a partir de blocos na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, ao sul do aeroporto espacial da Nasa.

"Queremos ser capazes de voar toda semana, com certeza, se não, múltiplas vezes na semana", disse a presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, em uma conferência espacial em Washington D.C. nesta quarta-feira.

A taxa de lançamentos deve continuar a subir, com novas empresas, incluindo a Blue Origin, do fundador da Amazon.com Jeff Bezos, entrando no mercado mais tarde nesta década. A indústria de lançamento gerou receitas globais de 5,9 bilhões de dólares em 2014, de acordo com um relatório do ano passado da Associação das Indústrias de Satélites.

(Por Irene Klotz)