EUA planejam novas ações perto das ilhas do mar da China meridional, diz fonte

sábado, 2 de abril de 2016 17:52 BRT
 

(Reuters) - A Marinha dos Estados Unidos pretende conduzir outra passagem próxima às disputadas ilhas do mar da China meridional no início de abril, disse uma fonte familiarizada com o plano na sexta-feira, a terceira vez em uma série de desafios que têm recebido fortes repreensões da China.

Outras autoridades norte-americanas, falando depois de a Reuters reportar o plano, contestaram que tal exercício era iminente. Mas deixaram claro que Washington continuará desafiando o que consideram infundadas reivindicações marítimas de Pequim.

Os Estados Unidos conduziram o que chamam de exercícios de "liberdade de navegação" nos últimos meses, próximos à ilhas para reforçar seus direitos de navegação. Autoridades da Marinha dos EUA disseram planejar conduzir mais e cada vez mais complexo exercícios no futuro.

"A nossa posição de longa data se mantém inalterada, não aceitamos uma posição de reivindicação de soberania a pedaços de terra naturalmente formados no mar da China meridional", disse uma autoridade sênior do governo Obama neste sábado.

"Nós realizamos tais operações rotineiramente em todo o mundo para desafiar as reivindicações marítimas que restringem ilegalmente direitos e liberdades previstas no direito internacional. Isto também se aplica para o mar da China meridional", disse a autoridade, falando sob condição de anonimato