Google e Fiat Chrysler trabalham em acordo para carro autônomo, dizem fontes

sexta-feira, 29 de abril de 2016 19:08 BRT
 

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - O Google e a Fiat Chrysler estão perto de um acordo de parceria que pode romper as fronteiras entre o Vale do Silício e a indústria automotiva, na corrida pelo desenvolvimento de carros que não precisem de motorista, afirmam fontes familiarizadas com o assunto nesta sexta-feira.

A parceria pode ser anunciada em breve, afirmaram três fontes com conhecimento do assunto, em condição de anonimato porque as conversas são privadas. Google e Fiat Chrysler não comentaram o assunto.

O Google tem afirmado que não quer fabricar sozinho carros autônomos e que explorou alianças com montadoras de veículos, mas que nenhuma foi finalizada. O presidente-executivo da Fiat Chrysler, Sergio Marchionne, disse nesta semana que a companhia está em negociação com uma empresa de tecnologia, mas não deu detalhes.

Executivos de outras montadoras de veículos, incluindo Ford, General Motors e Daimler já expressaram preocupações sobre tais alianças com o Google ou outra companhia de tecnologia diante do receio de se tornarem meras fornecedoras de hardware. Executivos do setor têm afirmado que não querem ficar de lado enquanto o Google fica com os lucros gerados pelos dados produzidos pelos veículos e seus passageiros.

A GM tem sinalizado que pretende seguir sozinha na corrida pela tecnologia do carro autônomo, tendo adquirido a empresa iniciante Cruise Automation.

Executivos das indústrias automotiva e de tecnologia afirmam que possivelmente minivans serão os primeiros veículos autônomos a chegar às ruas, incorporados a frotas de empresas de aplicativos de transporte.

(Por Bernie Woodall)