Murray e Wawrinka têm desafiantes tchecos pela frente em Roland Garros

domingo, 22 de maio de 2016 16:44 BRT
 

Por Martyn Herman

PARIS (Reuters) - O tcheco Radek Stepanek, tenista mais velho da chave de simples, vai ter de exibir os truques que têm na manga na quadra Philippe Chatrier contra o número dois do mundo Andy Murray na segunda-feira, dia em que o Aberto da França deve começar de vez.

Após a estreia frustrada pela chuva deste domingo, Murray jogará na Philippe Chatrier seguido pelo atual campeão Stanislas Wawrinka, que também terá um tcheco pela frente --Lukas Rosol, mais conhecido por vencer Rafael Nadal em Wimbledon em 2012.

Stepanek, de 37 anos, apenas alguns meses mais velho que Ivo Karlovic, é um dos 51 tenistas com mais de 30 anos de idade na primeira rodada --um recorde na chave principal de um Grand Slam. 

Murray, campeão do Masters de Roma, precisou de três sets para vencer Stepanek em Madri recentemente e sabe que terá de estar em grande forma contra um jogador que desafia a lógica do saibro ao atuar bastante na rede. 

Wawrinka chegou a Paris apenas no fim do sábado depois de bater Marin Cilic e assegurar o título em Genebra, seu primeiro no saibro desde que superou Novak Djokovic na final de Roland Garros em 2015.

Assim como seu compatriota Stepanek, Rosol também pode ser imprevisível.

"Ele é um jogador perigoso. Ele está sacando bem e confia nos golpes que tem", disse Wawrinka sobre Rosol, que ele derrotou em jogo bastante apertado em Genebra.

Principal cabeça-de-chave entre as mulheres, Serena Williams ficará até terça-feira sem entrar em quadra, deixando o palco principal vago para suas maiores oponentes.

A segunda cabeça-de-chave Agnieszka Radwanska enfrenta a sérvia Bojana Jovanovski, enquanto a espanhola Garbine Muguruza, quarta ranqueada, volta a encarar a eslovaca Anna Karolina Schmieldlova após a chuva que impediu-as de prosseguir com a partida neste domingo.