24 de Junho de 2016 / às 11:27 / em um ano

Líderes europeus expressam de choque a alívio com decisão britânica de deixar UE

LONDRES (Reuters) - A seguir, alguns líderes e políticos de todo o mundo expressam suas reações ao referendo no qual os britânicos optaram pela saída da União Europeia:

PRESIDENTE DO CONSELHO EUROPEU, DONALD TUSK:

    “Estamos determinados a manter nossa união como 27 (países)...  irei propor que iniciemos um período de reflexão mais ampla sobre o futuro de nossa união.”

 

    MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DA ALEMANHA,, FRANK-WALTER STEINMEIER:

    “A notícia vinda do Reino Unido é realmente atordoante. Parece um dia triste para a Europa e o Reino Unido”.

 

    MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DA FRANÇA, JEAN-MARC AYRAULT:

    “A Europa irá continuar, mas precisa reagir e redescobrir a confiança de seus povos. Isso é urgente.”

 

    MINISTRO DAS FINANÇAS DA ALEMANHA, WOLFGANG SCHAEUBLE:

    “Eu esperava um resultado diferente. Agora precisamos olhar para a frente e lidar com esta situação...”

    “O processo da UE para a saída (de um país) da União Europeia está definido claramente e será implementado. A Europa irá se mostrar unida agora.”

          

    PRIMEIRA-MINISTRA NORUEGUESA, ERNA SOLBERG:

    “(É um) sinal tanto dos eleitores britânicos quanto de muitos outros de toda a Europa que sentem que a UE não está proporcionando respostas boas o suficiente para os desafios de hoje.”

        

    PRIMEIRO-MINISTRO, HÚNGARO VIKTOR ORBAN:

    “Bruxelas precisa ouvir a voz do povo, esta é a maior lição desta decisão...”

“A Europa só é forte se puder dar respostas a grandes questões, como a imigração, que fortaleceriam a própria Europa, ao invés de enfraquecê-la. A UE não foi capaz de dar estas respostas.”

        

    MINISTRO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DA POLÔNIA, WITOLD WASZCZYKOWSKI:

    “Está é uma má notícia para a Europa, para a Polônia... tentaremos usar esta situação para conscientizar os políticos europeus da razão de isto ter acontecido. E aconteceu porque este conceito, que foi criado algum tempo atrás, não é mais popular na Europa.”

 

    MINISTRA SUECA PARA A UE, ANN LINDE:

    “Precisamos mostrar às pessoas por que acreditamos que a UE é importante, por que precisamos permanecer. Temos que olhar as coisas que importam na vida cotidiana das pessoas, talvez onde tem havido ambiguidades, onde tem havido arrogância e onde as pessoas têm sentido que tem havido um projeto elitista... é uma situação muito séria para a Grã-Bretanha, mas também para a UE.”

 

    MARINE LE PEN, LÍDER DO PARTIDO FRANCÊS DE EXTREMA DIREITA FRENTE NACIONAL:

    “A vitória pela liberdade! Agora precisamos realizar o mesmo referendo na França e em (outros) países da UE.”

 

    PRIMEIRA-MINISTRA DA ESCÓCIA, NICOLA STURGEON:

    “A Escócia deu um voto forte, inequívoco para permanecer na UE, e elogio esse endosso ao nosso status europeu.”

 

    GIANNI PITTELLA, LÍDER DOS SOCIALISTAS E DEMOCRATAS NO PARLAMENTO EUROPEU:

    “É triste, mas não é o enterro da União Europeia.”

 

     PRESIDENTE DO PARLAMENTO EUROPEU, MARTIN SCHULZ

     “Acredito que agora as negociações sobre a saída irão começar rapidamente.”

          

     NIGEL FARAGE, LÍDER DO PARTIDO BRITÂNICO ANTI-UE UKIP

     “A UE está fracassando, a UE está morrendo”.

 

     (Compilado por Kevin Liffey)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below