Obama irá abordar temas climáticos nos EUA antes de cúpula do G20

quarta-feira, 31 de agosto de 2016 15:40 BRT
 

Por Roberta Rampton

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, irá embarcar nesta quarta-feira para uma viagem de 10 dias durante a qual irá enfatizar a urgência de se conter a mudança climática e tentar obter alguns entendimentos finais sobre o tema com líderes mundiais na cúpula do G20 na China.

Obama, que corre para consolidar seu legado climático antes de terminar sua Presidência em 20 de janeiro, irá discorrer tanto sobre os progressos na questão quanto sobre as ameaças à vista nas paradas que irá fazer em Lake Tahoe, Nevada, Honolulu e um refúgio oceânico no remoto Atol Midway.

    No sábado ele irá discutir novas medidas sobre a mudança climática com o colega chinês, Xi Jinping, que está sediando a reunião do G20, na qual a questão climática é parte da pauta de discussões das maiores economias do mundo.

    Obama e Xi trabalharam em conjunto para concretizar um acordo global de corte de emissões de carbono na cúpula climática de Paris no ano passado, e devem dar os próximos passos em breve para ajudar a colocar o acordo em vigor.

    Em uma reunião realizada no Estado de Nevada sobre a saúde do Lago Tahoe, conhecido por sua limpidez, Obama falará sobre secas, incêndios florestais e ganhos que os EUA obtiveram com a energia renovável. Ele também irá ressaltar as emissões de carbono do país, que atingiram seu nível mais baixo em duas décadas, informou a Casa Branca.

    "Ele não recuou", disse o líder democrata no Senado norte-americano, Harry Reid, que é de Nevada e está presidindo a cúpula estadual.

    "Ele é uma pessoa que tem sido incansável no reconhecimento de que a mudança climática não é uma farsa científica", afirmou Reid em uma entrevista.

    Entidades ecológicas têm elogiado Obama, mas também o estão instando a não se acomodar com os louros da vitória.   Continuação...

 
Obama embarca no Air Force One. 31/8/2016. REUTERS/Jonathan Ernst