Segundo casal é preso após descoberta de carro com cilindros de gás em Paris

quinta-feira, 8 de setembro de 2016 10:26 BRT
 

PARIS (Reuters) - A polícia da França, que está investigando a descoberta de um carro repleto de cilindros de gás perto da catedral de Notre Dame, em Paris, prendeu um segundo casal em relação ao caso, disse uma fonte do judiciário.

A descoberta de um Peugeot 607 na noite de sábado passado com sete cilindros de gás, seis deles cheios, desencadeou um inquérito de especialistas em contraterrorismo em um país no qual mais de 200 pessoas morreram em ataques no último ano e meio.

    Na terça-feira, fontes da polícia disseram que não havia nenhum dispositivo de detonação no carro, mas que a presença dos cilindros com diesel aumentou os temores de que havia um plano para explodir o veículo.

    As duas prisões realizadas no final de quarta-feira elevam para quatro o número de pessoas sob custódia da polícia, que também tenta encontrar a filha de 19 anos do proprietário do carro.

    Um primeiro casal, de 34 e 29 anos, foi preso em uma rodovia na terça-feira no sul da França.

    O Peugeot foi encontrado nas primeiras horas de domingo em uma rua que margeia o rio Sena e está situada a alguns metros de Notre-Dame.

    Documentos com escritos em árabe também foram encontrados no carro, que não tinha placas e foi deixado com as luzes de emergência ligadas.

    O dono do automóvel foi posto sob custódia no começo desta semana, mas libertado mais tarde. Ele havia procurado a polícia no domingo para relatar que sua filha havia desaparecido com seu carro, disseram autoridades.

    A filha, dizem autoridades, é conhecida da polícia por ter expressado o desejo de ir para a Síria, onde dezenas de pessoas religiosas radicalizadas da França e de outras nacionalidades se juntaram às fileiras do grupo Estado Islâmico.

    A França continua em alerta máximo devido aos clamores por ataques ao país, que está participando de bombardeios às bases do grupo militante no Iraque e na Síria.

    (Por Marine Pennetier)