Toyota revela robô bebê para despertar o instinto maternal no Japão

segunda-feira, 3 de outubro de 2016 16:25 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A Toyota Motor revelou nesta segunda-feira um robô com grandes olhos, que cabe na palma da mão, apelidado de Kirobo Mini, e projetado para ser um bebê sintético no Japão, país com queda no número de nascimentos.

O empreendimento de negócios não automotivos da Toyota visa atingir uma tendência demográfica que colocou o Japão na linha de frente do envelhecimento dentre os países mais industrializados do mundo, resultando em uma contração da população sem precedentes para um país que não está em guerra ou afetado por fome ou doença.

"Ele balança um pouquinho e isso é feito para imitar um bebê sentado, que não desenvolveu totalmente a capacidade de se balançar sozinho", disse Fuminori Kataoka, o engenheiro-chefe de projeto do Kirobo Mini. "Esta vulnerabilidade é feita para evocar uma conexão emocional".

A Toyota planeja vender o Kirobo Mini, que pisca seus olhos e fala com uma voz parecida com a de um bebê por 39.800 ienes (equivalentes a 392 dólares) no Japão ano que vem. Ele também vem com um "berço" que se desdobra em cadeirinha de bebê projetada para caber no porta-copos dos carros.

O bebê autômato da Toyota se junta a uma crescente lista de robôs de companhia, como o Jibo, projetado por especialistas em robótica do Massachusetts Institute of Technology para parecer uma lâmpada giratória e o Paro, a foca robótica bebê que é vendida no mercado pela empresa japonesa Intelligent System como uma máquina terapêutica para acalmar pacientes mais velhos que sofrem com problemas psicológicos. Aproximadamente um quarto da população japonesa tem mais de 65 anos e a escassez de cuidadores pressiona os serviços sociais.

(Por Naomi Tajitsu)