Juppé continua na frente e Hollande tem ligeira recuperação em pesquisa eleitoral na França

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 11:31 BRT
 

PARIS (Reuters) - Alain Juppé continua sendo o favorito para vencer a eleição presidencial da França no ano que vem, mas a confiança dos eleitores no atual presidente, François Hollande, mostrou uma ligeira recuperação em comparação com os índices negativos de um mês atrás, revelaram pesquisas.

As sondagens da empresa Harris Interactive para a France Télévisions e do YouGov para a iTele e o Huffington Post foram más notícias para o principal rival de Juppé na disputa pela candidatura da centro-direita, o ex-presidente Nicolas Sarkozy, que perdeu terreno em ambas, o que confirmou uma tendência de outros levantamentos recentes.

A pesquisa da Harris sobre as intenções de voto mostrou Juppé vencendo a batalha das primárias em novembro diante de Sarkozy com 39 por cento de votos na primeira rodada, contra 35 por cento do ex-presidente.

Em meados de setembro, a mesma empresa apontava os adversários empatados com 37 por cento.

Na segunda rodada das primárias, Juppé, de 71 anos, ex-primeiro-ministro e o mais velho dos principais candidatos prováveis, receberia 53 por cento dos votos, e Sarkozy 47 por cento, disse a pesquisa.

A sondagem da YouGov se concentrou nos índices de aprovação dos candidatos em potencial. De acordo com o Huffington Post, o socialista Hollande tem a opinião favorável de 16 por cento dos eleitores, um aumento em relação aos 14 por cento do mês passado e sua melhor marca desde maio.

Sem fornecer mais cifras comparáveis dos índices, o site disse que a pesquisa evidenciou que Juppé é de longe o político mais popular do país, enquanto Sarkozy ficou entre os cinco últimos de sua tabela de avaliação, sua segunda pior colocação desde que voltou à política em 2014.

A recuperação modesta da popularidade de Hollande se deu apesar dos números ruins do desemprego em agosto e apesar do fato de que o desemprego --que hoje afeta 10 por cento da força de trabalho--  é uma das maiores preocupações do eleitorado francês.

A líder de extrema direita Marine Le Pen está a caminho de obter uma vaga no segundo turno de maio, mas quase certamente não irá vencer, dizem as pesquisas.

(Por Julie Carriat e Andrew Callus)

 
Político francês Alain Juppé durante evento de campanha em Lyon.    29/09/2016          REUTERS/Emmanuel Foudrot