Bancos privados elogiam estímulo do governo para economia

segunda-feira, 21 de maio de 2012 20:46 BRT
 

SÃO PAULO, 21 Mai (Reuters) - Executivos dos maiores bancos privados do país elogiaram as medidas de estímulo à economia anunciadas nesta segunda-feira pelo ministro da Fazenda Guido Mantega.

"A disposição do governo em enfrentar o desafio do crescimento num contexto de incerteza global, com medidas estruturais e pontuais, como as anunciadas hoje, é muito bem vinda", afirmou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, em nota.

"É uma medida bem vinda para o crescimento da economia", concordou o diretor corporativo e de controladoria do Itaú Unibanco, Rogério Calderón, a jornalistas, durante evento no Rio de Janeiro.

Mantega anunciou no início desta noite um conjunto de medidas de estímulo à indústria automotiva e ao setor de máquinas e equipamento.

As ações chegam num momento em que os próprios bancos já começam a dar sinais mais pessimistas sobre expansão do crédito este ano, mesmo com o ciclo de cortes da Selic e de juros bancários, movimento liderado por Banco do Brasil e Caixa Econômca Federal a partir de abril, e que foi seguido depois pelos bancos privados.

Nesta segunda-feira, Itaú e Santander deram sinais de que podem não conseguir atingir a previsão de crescimento de suas carteiras neste ano.

"Dezessete por cento está fora de contexto, 14 por cento ainda é possível atingir", disse Calderón a jornalistas, referindo-se, respectivamente, ao teto e ao piso da banda esperada para o estoque de financiamentos do banco em 2012.

O vice-presidente financeiro do Santander Brasil, Carlos Galán, disse que o banco mantém a previsão de expansão de sua carteira para 2012, de 15 a 17 por cento, mais que isso depende de o PIB brasileiro crescerá entre 4,5 e 5 por cento no segundo semestre do ano.

Galán também aprovou as medidas anunciadas pelo governo.

"Tudo que é redução de imposto é positivo é para o consumidor final. É lógico que podemos potencialmente vender mais", disse a jornalistas, após participar de evento.

(Por Aluisio Alves, com reportagem adicional de Juliana Schincariol e Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro)