Vale tem interesse em comprar usinas da Thyssen, diz revista

sábado, 2 de junho de 2012 13:17 BRT
 

SÃO PAULO, 2 Jun (Reuters) - A ThyssenKrupp atraiu o interesse da Vale e da Posco por suas usinas siderúrgicas em dificuldade no Brasil e nos Estados Unidos, afirmou a revista semanal alemã WirtschaftsWoche.

Citando fontes na empresa, a revista afirmou que a Vale, que já é dona de 27 por cento da usina da empresa no Brasil, está interessada em comprar o restante da joint venture, que causou grandes prejuízos à maior siderúrgica alemã.

A siderúrgica sul-coreana Posco mostrou interesse pela unidade da Thyssen no Alabama, de acordo com um trecho de uma reportagem que será publicada na edição de segunda-feira da revista.

A ThyssenKrupp não estava imediatamente disponível para comentar.

O chefe executivo da ThyssenKrupp, Heinrich Hiesinger, afirmou neste mês que ofereceria a usina brasileira ao seu parceiro na usina CSA e que também conversaria com possíveis compradores na Ásia.

Ele estabeleceu o valor das duas usinas em 7 bilhões de euros (8,7 bilhões de dólares), bem abaixo do investimento da companhia nos projetos: aproximadamente 12 bilhões de euros.

As usinas no Brasil e no Alabama tinham o objetivo de dar à ThyssenKrupp um apoio estratégico na América do Norte, com os setores automotivos e de construção não residencial crescendo nos EUA.

Contudo, o aumento dos custos no Brasil, e particularmente a moeda forte, e os preços dos insumos em alta, combinados com uma demanda em queda, acabaram com a lógica de uma estratégia que teria placas produzidas com menor custo no Brasil e vendidas a preços mais vantajosos nos EUA.

(Reportagem de Harro ten Wolde)

 
Uma mulher caminha ao lado de uma coluna na sede da mineradora Vale, no Rio de Janeiro, 12 de fevereiro de 2008. REUTERS/Sérgio Moraes